Portuguese English French German Italian Spanish

Como chegar- Tiradentes

digite sua "cidade-estado" para saber como chegar em Tiradentes!

Mapa abrirá com Km e tempo de percurso

Agenda Tiradentes

Dezembro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5

Eventos Tiradentes

ARTES-VERTENTE-gustavo-mauricio1ARTES-VERTENTE-gustavo-mauricio1

Localizada no centro do Campo das Vertentes, no sopé da Serra de São José, a cidade de Tiradentes, foi desde a Inconfidência Mineira, cenário de episódios marcantes da história brasileira. Bandeirantes, tropeiros e inconfidentes trilharam os seus caminhos, subiram a serra, reuniram-se em casas de amigos, protegidos pela neblina espessa que lenta abraça os casarões coloniais ao anoitecer, e na ânsia pela liberdade espalharam as idéias iluministas, então difundidas na Europa....

Buscando um diálogo com a histórica Tiradentes, a segunda edição do Artes Vertentes terá na palavra liberdade o seu eixo principal, com uma programação que permitirá ricos diálogos entre as diversas formas de expressões artísticas: música clássica, música popular de diversas partes do mundo, saraus e debates literários, artes visuais, instalações áudiovisuais, cinema, dança, teatro e intervenções urbanas.
Em sua primeira edição o festival reuniu 52 artistas vindos de 12 países. Entre os destaques pode-se citar Nelson Freire, Antanas Sutkus, Pedro Soler, Adélia Prado e Evgeny Evtushenko. Foram duas semanas de intensa programação de artes integradas, conceito inédito em festivais no Brasil.
Além de nomes consagrados aconteceram estréias como a primeira execução da composição “Derradeira Luz”, do compositor mineiro Sérgio Rodrigo, um dos mais promissores talentos da sua geração. Por fim, vale destacar a realização de publicações produzidas dentro da mesma vertente, unindo artes visuais e poesia, caso dos livros ”Nostalgia dos tempos da pureza”, de Antanas Sutkus e “Em trânsito”, de Ricardo Coelho.

Artes Vertentes propõe a manutenção desse intercâmbio de alto nível entre o rico patrimônio artístico e cultural de Minas Gerais e o de outros lugares, permitindo ao público a possibilidade de encontros, reencontros e descobertas por meio da arte. Pretende-se, com este conceito inovador, criar um espaço para novas ideias, atuando como uma plataforma de comunicação entre artistas vindos de diferentes culturas, respeitando suas singularidades, antagonismos e, principalmente, o desejo de dialogar.

Através de publicações interligadas pelo eixo curatorial, o festival proporciona a produção e o registro deste produtivo diálogo transcultural de importância singular para o cenário cultural brasileiro. Tais publicações são também uma maneira de difundir a produção simbólica de artistas de renome internacional e preservar o patrimônio imaterial.

Conscientes da preciosidade do conjunto arquitetônico e natural que circunda a bela cidade de Tiradentes, bem como da necessidade de preservação de ambos, o Artes Vertentes propõe um festival de alto nível artístico, adequado às dimensões e particularidades da cidade, além, é claro, de considerar com muito carinho seus habitantes, em especial, as crianças da cidade, as quais poderão usufruir de espetáculos e oficinas em todas as linguagens artísticas em uma importante parceria firmada com a atual gestão municipal.

Desta forma, a Matriz de Santo Antônio e a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos receberão músicos de prestígio internacional para concertos de música clássica. O casarão colonial que abriga o Centro Cultural Yves Alves acolherá exposições de artes visuais, além de saraus literários. O Largo dos Rosário sediará apresentações teatrais de grupos de diversas nacionalidades. Concertos de música popular de diversas partes do mundo terão como palco o mais belo chafariz de Minas Gerais, o Chafariz de São José de Botas.

O festival Artes Vertentes em Tiradentes significa respirar arte e história, e como disse um dos poetas participantes do festival “a arte existe porque a vida não basta”. Esperamos que, pelos caminhos que levavam diamantes, ouro e segredos, o Artes Vertentes traga arte, cultura e novos diálogos.

Mais informações acesse Artes Vertentes

                      

Luiz Gustavo Carvalho
Diretor Artístico

Em Tiradentes

Tiradentes-Hospedagem

Tiradentes-Gastronomia