Portuguese English French German Italian Spanish

Como chegar- S. J. del-Rei

digite sua "cidade-estado" para saber como chegar em São João del-Rei!

Mapa abrirá com Km e tempo de percurso

Agenda São João del-Rei

Abril 2019
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 1 2 3 4

Eventos S.J. del-Rei

 Festival Inverno Cultural UFSJ- São João Del-ReiFestival Inverno Cultural UFSJ- São João Del-Rei

 

Programação

 Fonte: http://invernocultural.com.br/

O festival
O Inverno Cultural é o maior programa de extensão da UFSJ. Durante as duas semanas de evento, são promovidas dezenas de shows e atividades artísticas e culturais em São João del-Rei e outras cidades de Minas Gerais. Em sua 28ª edição, o evento tem como inspiração a expressão "Cultura da água".

Todos os shows são de graça.

 

18 de julho
9h
Cortejo de Abertura do 28º Inverno Cultural UFSJ
O tradicional Cortejo de Abertura do Inverno Cultural tem o intuito de preparar a cidade para uma imersão na arte e na cultura, com muita alegria, proporcionando um encontro entre todas as pessoas e entidades que se sentem tocadas pelo Festival, permeado das seguintes participações artísticas:

Birutas em Cortejo (Coletivo Café com Birutas, Barbacena, MG) - Durante o Cortejo, os integrantes do Coletivo e seus colaboradores distribuirão birutas, de cores e tamanhos variados, integrando o público nessa dança do corpo que festeja a chegada da arte nas ruas da cidade;

Outro Lugar – Instalação Cênica (Ateliê Titetê, Belo Horizonte, MG) - A instalação, preparada exclusivamente para o Cortejo de Abertura do 28º Inverno Cultural, mostra dois palhaços (Titetê e Leris Lane) com um globo terrestre de um metro de diâmetro fazendo spinning ball (equilibrismo com o dedo), ocupando os espaços por onde passará o Cortejo, interagindo com o público, Assim, pedem cuidado e carinho com o Planeta e com os seus semelhantes;

Cortejo de Maracatu com o Grupo Raízes da Terra (Grupo de Maracatu Raízes da Terra, São João del-Rei, MG) - Regado de energia, o Grupo de Maracatu Raízes da Terra promete levantar o astral do Cortejo de abertura do 28º Inverno Cultural da UFSJ. Com um batuque envolvente e letras carregadas de significados políticos e culturais, o maracatu faz um resgate da tradição do povo afrodescendente são-joanense;

Cortejo Palhaço Maizena (Palhaço Maizena, São João del-Rei, MG) - O Palhaço Maizena é um artista de rua por natureza. Anos e anos em semáforos, praças e outros ambientes que vão além da sua formação acadêmica e teatral. Essa experiência construiu referências marcantes em seus espetáculos. Em diversas ocasiões, Maizena integrou a comissão de frente de cortejos, inclusive no próprio Inverno Cultural, com seu monociclo girafa, suas fantasias irreverentes, o malabarismo em alto nível, a música e a forte interação com o público. Seu diferencial como performer solo traz um brilho essencial para estar à frente do Cortejo.

Local: Concentração no Largo do Carmo (Previsão de saída às 10h e chegada no Largo do Rosário, às 11h30)



15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

O homem, a pedra e a lida (2012, 16min53s). Direção: Eduardo Lobato. Aspectos cotidianos de uma cidade que dependem basicamente da extração e beneficiamento de ardósia. A sociedade se revela a partir de personagens reais que direta e indiretamente vivem essa realidade mineradora.

Que bicho é esse? (2011, 18min). Direção: Sérgio Vilaça e Filipe Chaves. Documentário registra e discute a situação social e econômica da extração e comercialização de minhocuçu na região de Paraopeba, MG.

Labatu (2013, 17min35s). Direção: Sérgio Vilaça. Filme colaborativo sobre a comunidade quilombola de Candeias, Conceição do Mato Dentro, MG.

O homem que pintava músicas (2013, 15min27s). Direção: Jackson Abacatu. Qual será o som de uma mancha vermelha e do amarelo com um pouquinho de cinza? Qual a trilha sonora das montanhas e a música do mar? Nesse curta de animação, Votagus está prestes a descobrir a resposta destas indagações em sua busca por pinturas musicais.

De martelos a serrotes (2012, 2min52s). Direção: Jackson Acabatu. Curta-metragem de animação. Os trabalhadores de uma oficina de marcenaria...ou não?

Coisa de pele (2009, 2min07s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Curta-metragem de filme poesia. A animação metamorfósica, do poema homônimo, mostra os encontros e desencontros de um casal apaixonado.

Eram os deuses extraterrestres (2012, 6min23s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Animação sobre a arqueologia e seres de outros planetas.

O menino mutante (2015, 7min23s). Direção: Tiago Freitas. A obra de animação narra uma das aventuras de um menino que interage com a natureza e salva a floresta de uma terrível queimada.

Ele ou ela (2015, 9min). Direção: Otávio Neves e Samuel Gianasi. Quem é a vítima ou assassino? Nesse curta de suspense, passado e presente se misturam em um jogo de tensão e mistério.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



20h
Abertura oficial do 28º Inverno Cultural e Abertura de Exposições do Circuito de Exposições:

O Benefício da Dúvida (Coletivo CERCA: Estandelau, Juliana Gontijo e Marcel Diogo): A mostra apresentará os três artistas em processo de elaboração de obras de arte, as quais serão criadas a partir da sugestão do público do evento. Uma exposição colaborativa, na qual o público tem papel fundamental na construção da obra, pois será através de sua demanda que os artistas irão produzir. A proposta extrapola a relação ordinal entre artista, obra e público, pois altera o papel passivo do expectador, tornando-o corresponsável pelos resultados apresentados, privilegiando a coautoria.

Espumas Brancas (Bruna Soares): A série Espumas Brancas é um registro fotográfico realizado na Ilha de Tinharé, ao sul da Costa do Dendê na Bahia. Povoada de recantos e belezas, a Ilha se demonstra num peculiar desenrolar das horas e parece ser um mundo a parte. O nome Espumas Brancas surge em alusão à música Longarinas, do cantor cearense Ednardo, que canta saudosamente o reencontro com o mar.

Sede ao Pote (Lorena D’Arc): Instalação com cerâmica.

O Portal (Samuel Gianasi): A série de fotografias atenta para a diversidade de composições de um utilitário mais que essencial nas residências e que, na contramão, é talvez o menos observado e tocado: o ralo. A instalação é realizada com o pressuposto de que toda a água sai por ele e com ela tudo o que deve ser excluído na limpeza do dia a dia. No entanto, alguns resistentes restos sempre ficam para contar uma história.

Classificação: livre
Local: Centro Cultural da UFSJ

Circuito de Exposições: Composto por quatro espaços expositivos distribuídos pelo centro da Cidade, o Circuito de Exposições é uma novidade nesta edição do Inverno Cultural UFSJ, pois vem proporcionar ao público a exibição de produções contemporâneas variadas no campo das artes plásticas. Nove exposições integram o Circuito, contando com a participação de mais de cinquenta artistas de diferentes cidades, incluindo São João del-Rei e região. Pegue seu mapa e divirta-se!



20h
Teatro: Prazer
Companhia de Teatro Luna Lunera (Belo Horizonte, MG). Texto: Cia. Luna Lunera. Direção: Cláudio Dias, Isabela Paes, Marcelo Souza e Silva, Odilon Esteves e Zé Walter Al.
Num país qualquer, distante do Brasil, quatro amigos se reencontram. E apesar das suas angústias, seus impasses cotidianos, suas frustrações, eles tentam a coragem de buscar a alegria. Em cena, vemos quatro velhos amigos lidando com seus “apesares” cotidianos, depois que decidiram deixar a cidade em que se conheceram e estudaram juntos para morar no exterior. São eles: Isadora (Isabela Paes), uma artista plástica que, aos poucos, abandona sua arte e a si para acompanhar o marido médico Osório (Odilon Esteves); o comissário de bordo Marcos (Marcelo Souza) e Camilo (Cláudio Dias), um bem-sucedido executivo que decide tirar um ano sabático. Prazer recebeu o Prêmio Copasa Sinparc de Artes Cênicas na categoria "Melhor Espetáculo", além de ter sido indicado ao Prêmio Shell São Paulo 2013, nas categorias "Autor" e “Cenário”, de Ed Andrade.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



21h
Música: Iura de Rezende e Quarteto de Cordas
Concerto “Weber & Brahms”: O quarteto de cordas é formado pelos violinistas Rommel Fernandes e Ara Harutyunyan, o violista Nathan Medina e a violoncelista Elise Pittenger, membros da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Ao lado do clarinetista Iura de Rezende, interpretam os quintetos Op. 84, de Weber, e Op. 115, de Brahms.

Classificação: livre
Local: Igreja do Carmo



21h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Música: Karina Bhur
A cantora e compositora Karina Buhr começou na música em 1992 nos maracatus Piaba de Ouro e Estrela Brilhante do Recife. Desde então, integrou as bandas Eddie e Comadre Fulozinha, além de tocar em participações com diversos artistas nacionais e participações em trilhas sonoras de filmes, peças de teatro e dança. Em 2000, passou a integrar o Teatro Oficina, como atriz, tendo participado em diferentes montagens. Em 2010 lançou o primeiro disco solo Eu Menti pra Você. Em 2011 lançou Longe de Onde, entrando, pelo segundo ano consecutivo, entra nos “Top 10″ discos lançados da revista Rolling Stone. Em 2014 lançou a versão anual da revista Sexo Ágil, com seus textos e ilustrações, estreou o blog Pane no Pântano, na revista Carta Capital, participa da bancada do Programa Piloto, da TV Carta. Em 2015, lançou um livro de poemas intitulado Desperdiçando Rima pela editora Fábrica 231.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



19 de julho


11h
Música: Quinteto Horizonte
Concerto “Música Aquática”: Explorando o diálogo entre a música e a cultura da água, o Quinteto Horizonte traz ao 28º Inverno Cultural UFSJ obras selecionadas dos períodos Barroco e Romântico, partindo da "Música Aquática" de Handel, passando pela Primavera de Vivaldi aos
"Moinhos na Água" de Couperin.

Classificação: livre
Local: Igreja do Carmo




11h
Abertura de Exposição do Circuito de Exposições:
Expressões Fluídas (Elson Dias Barbosa Júnior): Fazendo uma releitura da Arte Pop americana, mas com personalidade autoral, o artista apresenta uma série de pinturas denominada Expressões Fluidas na qual explora o gesto de pinceladas. Nas telas em acrílico, as formas gestuais do ato de pintar estão atreladas a diferentes emoções, fazendo uma relação entre expressão gestual e sentimento.

Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê (https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)



15h
Música: A Bem Soar
Uma iniciativa que busca dar visibilidade e reconhecer o valor dos artistas autorais da região.
Neste sexto encontro teremos:
- Luiz Nascimento - Músico, lançando o disco "Na trilha do Sol".
- Luis Novais - Escritor, lançando em São João del-Rei, o livro "Venha Quando For Escuro".
- Rafael Vasquez - Lançando a terceira edição do fanzine independente 3° Mundo.

Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê (https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)



15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Entre milímetros (2015, 1h39min). Direção: J. Riesenfeld e Angela Schwabenbauer. Davi, um jovem brasileiro mochileiro, viaja para Zurique (Suíça) à procura do seu irmão desconhecido. Durante esta busca, que se revela mais difícil que o esperado, uma autora escreve seu novo livro, um palhaço filosófico se proclama na abóbada celeste e uma jovem vendedora de seguros funerários se apaixona por um arqueólogo. Sozinho, confrontando-se, a fronteira entre a realidade e o sonho desaparece para Davi.

Beleza Além da Estampa (2014, 12min). Direção: Ana Luiza Fernandes e Mariele Velloso. O documentário debate sobre o ideal de beleza feminina presente na atualidade e a influência desse padrão sobre quatro mulheres universitárias com tipos físicos e personalidades diferentes.

Só para loucos (2014, 19min). Direção: Diego Alexandre. O filme narra a história do músico Wilson da Silva, o “Ventania”. Influenciado pelo movimento hippie dos anos 1960 e 1970, o artista criou o estilo "rock estroncho", tornando-se conhecido no Brasil inteiro ao gravar o seu primeiro CD em 2001.

Semillas de Oro (2014, 13min). Direção: Amanda Araújo e Renata Santiago. O documentário conta a história de cooperação, aprendizado, busca pela autonomia e dignidade de um grupo de mulheres na pequena comunidade peruana. Unidas, as mulheres transformaram suas vidas e se tornaram artesãs do chocolate criolo.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Abertura de Exposição do Circuito de Exposições:
Liquidificador (Marlon de Paula e Rafael Vasquez): A instalação narra a perda da forma e a rendição ao fluído por meio da relação humana com o tempo. Se o tempo é algo relativo, por que o relógio insiste em nos convencer que seus ponteiros andam deslizando sobre um único sentido: continuamente rápido? Se estamos na sociedade líquida, a mecânica da vida e os sentidos das performances sociais ganham outros significados. A busca pela compreensão desse sentido só ganha forma no espaço da pausa. O convite é desacelerar.

Local: Pátio Central do Campus Santo Antônio UFSJ



17h
Abertura de Exposição do Circuito de Exposições:
A Urna da Minha Aldeia (Cristiano Lima e Zandra Coelho de Miranda): Este projeto, coordenado pelos professores Cristiano Lima e Zandra Coelho de Miranda, pretende ser um manifesto pela diversidade cultural humana. A partir da pesquisa de elementos de culturas ceramistas antigas, alunos e professores do curso de Artes Aplicadas da UFSJ e ceramistas convidados confeccionaram urnas de cerâmica que atualizam tradições milenares. A exposição dessas urnas contemporâneas propõe uma reflexão sobre os riscos da erosão cultural de comunidades ceramistas tradicionais.
O evento conta com a apresentação musical “Ritual de Morte e Vida” de Didjeridu, com Thamires Werneck e grupo.

Local: Casarão da Cultura - Rua Getúlio Vargas, 154
PARCERIA: Evento em parceria com o Casarão da Cultura.



19h
Abertura de Exposições do Circuito de Exposições:

COLETIV4 ¬– Arte e Poesia Visual (Carlos Barroso, Jairo Fará, Marcelo Dolabela e Mário Alex Rosa): Exposição coletiva de arte e poesia visual, com a participação de quatro conceituados artistas/poetas de Minas Gerais: Carlos Barroso, Jairo Fará, Marcelo Dolabela e Mário Alex Rosa. Serão expostos livros-objeto, banners-poema, poemas-cartaz e poemas objetos de diversos tipos (caixas de fósforos, elásticos, aquários, caixas, entre outros). Além disso, serão lançados dois livros-objetos: Livro de Bolso (Jairo Fará) e Cunilíngua Pátria (Carlos Barroso).

Coletivo pela Água (Diego Mendonça): Exposição coletiva que reúne diferentes abordagens pictóricas em torno do tema Água, composta por artistas de distintas gerações, dentre eles: Anna Bello, Airton Ribeiro, Diego Mendonça, Lígia Vellasco e Sérgio Ramos.

Desenhos de Alexandre Portilho (Alexandre Portilho): Os desenhos apresentados por Alexandre Portilho fazem analogia ao seu processo artístico. Livremente explorando a imagem da escada em seus desenhos, faz deste elemento um símbolo que remete ao processo das mudanças de patamares, adquiridos através do desenvolvimento do próprio trabalho.

PIB – Produto Interno Bruto (Lucas Carvalho): A exposição é composta por objetos artísticos que mimetizam características físicas de produtos da indústria. Cada qual apresenta uma re-organização de alguma temática bastante pertinente do contexto social. Baseando-se na ideia de que o produto deve atender a alguma necessidade humana, os objetos-produtos trazem soluções inusitadas ou propõem novas linhas de abordagem a problemas e/ou situações do cotidiano.

Local: Museu Regional de São João del-Rei
PARCERIA: Exposições em parceria com o Museu Regional de São João del-Rei.



19h
Abertura de Exposição e Visita Guiada
Tancredo e a Redemocratização Brasileira (Projeto “Conhecendo o Memorial Tancredo Neves”): 50 capas históricas do Jornal do Brasil / CPDoc contam a história do processo de abertura política, desde a campanha pela anistia até a morte de Tancredo Neves. Esta exposição foi realizada em 2010, centenário de seu nascimento, no Museu Regional em parceria com o Museu da República. Foi entregue para a AASJDR - Associação Amigos de São João del-Rei, que a reapresenta em comemoração aos 30 anos de morte do político mineiro, primeiro presidente civil após 20 anos de ditadura.

Local: Memorial Tancredo Neves
PARCERIA: Evento em parceria com o Museu Regional de SJDR, AASJDR, Atitude Cultural, MAS- Museu de Arte Sacra e SESI-FIEMG.



19h
Música: Uai Brass
Concerto “Uai Brass”: Baião, choro, dobrados, fanfarras, forró, frevo, maracatu, maxixe e outros. São esses os diversos gêneros da música brasileira explorados pelo quinteto de trompetistas da UFMG, através de arranjos/adaptações autorais e composições originais para esta formação de câmara.

Classificação: livre
Local: Auditório do Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier



19h
Teatro: Araci
Projeto de extensão e pesquisa “Araci: teatro, contemporaneidade e extensão universitária”, coordenado pelo Professor Alberto Ferreira da Rocha Júnior. Assistência de direção: Marcelo Rocco. O espetáculo parte de depoimentos (auto)biográficos sobre vivências das atrizes e dos atores dentro do universo LGBT, numa perspectiva contemporânea, em termos de estética teatral e da teoria queer. Com o material produzido, foi criada uma dramaturgia baseada fundamentalmente na expressão corporal e visual. Após o espetáculo, haverá debate com o público.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Sala Preta do Curso de Teatro da UFSJ – CTAN



20h
Teatro: Thácht
Grupo de Teatro Armatrux (Belo Horizonte, MG). Texto e direção: Eid Ribeiro. Thácht aborda fragmentos da vida de Rafa e Rufo, artistas de variedades que vivem de suas recordações. Com muito humor negro, os dois cômicos desenvolvem um diálogo absurdo, usando de forma única a musicalidade nas palavras e instigando o imaginário do espectador. Conversas sobre médicos e outros elementos da condição humana inerentes à velhice se misturam a vagas lembranças do picadeiro. O espetáculo conta também com a participação da diva transformista, Siboney, uma cantora que ganha vida nas memórias da dupla e a curiosa presença de uma mulher de um atirador de facas. Com execução ao vivo de músicas em piano e violino, a nova montagem traz como referência estética o antigo e popular teatro de variedades, onde artistas como Chaplin, Buster Keaton e os Irmãos Marx iniciaram suas carreiras. Jogo verbal em que o uso da palavra procura novos significados por meio das ações físicas e da música, “Thácht” experimenta novos caminhos, dando assim prosseguimento à pesquisa do Grupo.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



21h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Música: Maria Rita
Coração a Batucar: Maria Rita Camargo Mariano, nascida em São Paulo, é cantora e produtora musical, filha de Elis Regina e César Camargo Mariano. Ganhadora de onze prêmios Grammy Latino, incluindo Grammy Latino de Melhor Artista Revelação (única brasileira a vencer essa categoria), também já ganhou dois Prêmio Multishow de Música Brasileira, entre outros prêmios nacionais. Maria Rita já vendeu mais de 5 milhões de CDs e DVDs, somente no Brasil.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural




20 de julho



15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Andarilhas (2014, 15min26s). Direção: Gustavo Freitas. O curta discute questões de gênero, sexualidade e mobilidade urbana a partir das personagens travestis.

Alcinete (2015, 9min21s). Direção: Gustavo Freitas. Baseado em entrevista, o vídeo narra a história de vida de uma mãe e sua perspectiva após a saída de seus filhos de casa.

Vista minha pele (2011, 26min46s). Direção: Joel Zito. O filme faz uma paródia da realidade brasileira invertendo os atuais valores raciais do Brasil.

Pouco mais de um mês (2013, 22min). Direção: André Oliveira. Narrativa acompanha a manhã de um casal em início de relacionamento dentro de uma residência e em um ponto de ônibus.

Independente por quem faz Independente (2012, 6min36s). Direção: Luiz Vieira. Documentário sobre a vida do rapper Das Quebradas, mostrando como é a cena independente.

Batismo (2014, 5min28s). Direção: Thiago Morandi. O documentário conta o batismo de São João da Cruz, sino de bronze inaugurado em 2014 em São João del-Rei. Na terra "onde os sinos falam", eles são tratados como membros da igreja: são batizados, crismados, ganham nomes e depois são levados até a torre da igreja, onde têm o papel de anunciar as festividades e anunciar as celebrações e cerimônias da Igreja.

Terra do desejo (2014, 21min55s). Direção: Marlon de Paula. O filme de média-metragem mostra os bastidores da direção cênica do ator Matheus Nachtergaele durante o processo criativo de construção de personagens da peça de teatro "O país do desejo do coração".

Os carmins e as outras cores...vivem! (2013, 10min). Direção: TV Cocriativa. Coletânea de dez vídeos de performance poética e musical alinhada com o lançamento do livreto A Casa do Tempo. Em cena, clipes musicais, poemas e entrevistas com artistas de São João del-Rei.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Conversa de Músico: Com Badi Assad
Nessa conversa informal com o público, a cantora, compositora e violonista Badi Assad, tratará de sua trajetória artística, em 25 anos de carreira internacional.

Classificação: livre
Local: Auditório da Biblioteca do Campus Santo Antônio UFSJ



17h
Teatro: Auto da Barca do Inferno
Grupo Teatral do Programa de Extensão Universidade para a Terceira Idade (UFSJ). Texto: Gil Vicente. Direção e adaptação: Domingos de Souza. O texto clássico da Literatura Portuguesa, encenado pela primeira vez em 1517, consegue se mostrar contemporâneo. A obra retrata a sociedade portuguesa do século XVI, mas também retrata temas atuais, com uma boa sátira social, a partir do confronto entre o diabo e o anjo. E peça, com adaptação do diretor Domingos de Souza, ganha vida nova a partir do trabalho dos alunos da Oficina de Teatro do Programa de Extensão Universidade para a Terceira Idade da UFSJ, que compõem o elenco. Coordenação do Programa de Extensão Universidade para a Terceira Idade – UFSJ: Maria Anália Catizane Ramos.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Sala Preta do Curso de Teatro da UFSJ – CTAN


18h
Mostra Audiovisual

Elena (2013, 82min.). Direção: Petra Costa. Documentário premiado em doze festivais do Brasil e exterior. A trama conta a história de Elena, que viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e deixa Petra, a irmã de 7 anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



19h
IV Mostra Encontros de Arte e Cultura
A Mostra busca promover o contato direto do público com artistas, pesquisadores e demais profissionais do meio, estabelecendo uma conversa informal sobre seus processos artísticos, pesquisas e assuntos relacionados ao tema das artes. O público, se assim o desejar, mediante assinatura no livro de presença, receberá certificado de participação no ciclo de palestras.

Palestra 1: “Poesia Visual: a literatura além do papel” - Os poetas Marcelo Dolabela, Mário Alex Rosa e Carlos Barroso debatem sobre as possibilidades da produção poética e sua relação com a visualidade. Apresentam um panorama da produção da poesia visual no Brasil, principalmente em Minas Gerais. Refletem sobre uma poesia que vai além do verbal e além de seu suporte tradicional: o papel. Serão apresentados poemas e histórias que ilustram bem o que é a poesia visual.

Currículo: Carlos Barroso é poeta e jornalista. Já trabalhou em vários jornais e TVs de Minas. Publicou Poetrecos, Carimbalas, Sãos, entre outros livros. Do grupo fundador da Revista Cemflores. Marcelo Dolabela é poeta, compositor e pesquisador (música e poesia). Principais livros: Coração Malasarte, Radicais, ABZ do Rock Brasileiro, Breve História da Música de Belo Horizonte, Hai kaixa, Poeminhas & Outros Poemas. Fez roteiro para vários filmes. Foi diretor do filme Sábado da Carne. Lidera o grupo Divergência Socialista. Mário Alex Rosa é doutor em Literatura pela USP. Autor de ABC Futebol Clube e Outros Poemas, Formigas, Ouro Preto – Poemas e Via Férrea.

Público-alvo: Estudantes, escritores, artistas plásticos e visuais.
Local: Museu Regional de São João del-Rei



19h
Abertura de Exposição, Tapete de Rua, Documentário e Visita Guiada
Do Tradicional ao Multimídia (Coordenação: Mauro André Santos e Alzira Agostini Haddad): A exposição coletiva agrega diversas manifestações artísticas através do tempo, com “Peças do século XVIII: a tradição com tecnologias”
- “Tapete de Rua” - obra de Carlos Magno de Araújo
- “Projeto MAS/AASJDR/SESI DN” - a programação oferece visitas guiadas gratuitas durante o Inverno Cultural
- Lançamento do documentário “Festa do Carmo”, de João Ramalho Neto
- Os visitantes da exposição receberão como cortesia o Mapa Turístico Cultural Coletivo “O caminho dos Museus de São João del-Rei: uma rota cultural”.

Local: Museu de Arte Sacra
PARCERIA: Evento em parceria com o “Projeto MAS/AASJDR/SESI DN”, Atitude Cultural, Paróquia da Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar e Memorial Tancredo Neves.



19h
Teatro: Orfeu de São João
TeatrIF del-Rei (IF Sudeste São João del-Rei). Inspirados no mito de Orfeu, na peça Orfeu da Conceição de Vinícius de Moraes e na cultura são-joanense, o TeatrIF del-Rei criou a peça “Orfeu de São João”. Em cena: paixão, música, ódio, imagens, morte, textos construídos ou costurados pelos alunos/atores e corpos negros e brancos que teatram e dançam! O espetáculo é fruto do Programa Bolsa Arte IF 2015 (Coordenadora: Rosana Machado de Souza) e Projeto de Extensão "Orfeu da Conceição e Cabelim Lindim - educação, teatro e relações raciais" (Orientadora: Rosana Machado de Souza. Co-orientador: Diogo Pereira Matos).

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Teatro do Campus Santo Antônio UFSJ
PARCERIA: Evento em parceria com o IF Sudeste São João del-Rei.


20h
Show: Na boca do povo
O Show é um desdobramento do núcleo de pesquisa e extensão em Teatro e Música Casa Aberta, sob coordenação da Prof. Dra. Juliana Mota. O trabalho traz músicas que foram compostas por Chico Buarque para a cena e que ganharam grande visibilidade e difusão no cenário da música popular brasileira. Fazem parte da equipe os professores Marco Filho (DEMUSI), Valéria Braga (DEMUSI) e Ana Dias (DELAC), além de alunos dos cursos de Música e Teatro da UFSJ e músicos da comunidade externa.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



21h
Música: Badi Assad
Badi Assad – 25 anos de carreira: Cantora, compositora e violonista, Badi Assad comemora seus 25 anos de carreira internacional, interpretando obras já consagradas do seu repertório e dois de seus mais recentes lançamentos: Amor e outras manias Crônicas e Cantos da Casa, espetáculo infantil.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ




21 de julho


15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

O homem, a pedra e a lida (2012, 16min53s). Direção: Eduardo Lobato. Aspectos cotidianos de uma cidade que dependem basicamente da extração e beneficiamento de ardósia. A sociedade se revela a partir de personagens reais que direta e indiretamente vivem essa realidade mineradora.

Que bicho é esse? (2011, 18min). Direção: Sérgio Vilaça e Filipe Chaves. Documentário registra e discute a situação social e econômica da extração e comercialização de minhocuçu na região de Paraopeba, MG.

Labatu (2013, 17min35s). Direção: Sérgio Vilaça. Filme colaborativo sobre a comunidade quilombola de Candeias, Conceição do Mato Dentro, MG.

O homem que pintava músicas (2013, 15min27s). Direção: Jackson Abacatu. Qual será o som de uma mancha vermelha e do amarelo com um pouquinho de cinza? Qual a trilha sonora das montanhas e a música do mar? Nesse curta de animação, Votagus está prestes a descobrir a resposta destas indagações em sua busca por pinturas musicais.

De martelos a serrotes (2012, 2min52s). Direção: Jackson Acabatu. Curta-metragem de animação. Os trabalhadores de uma oficina de marcenaria...ou não?

Coisa de pele (2009, 2min07s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Curta-metragem de filme poesia. A animação metamorfósica, do poema homônimo, mostra os encontros e desencontros de um casal apaixonado.

Eram os deuses extraterrestres (2012, 6min23s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Animação sobre a arqueologia e seres de outros planetas.

O menino mutante (2015, 7min23s). Direção: Tiago Freitas. A obra de animação narra uma das aventuras de um menino que interage com a natureza e salva a floresta de uma terrível queimada.

Ele ou ela (2015, 9min). Direção: Otávio Neves e Samuel Gianasi. Quem é a vítima ou assassino? Nesse curta de suspense, passado e presente se misturam em um jogo de tensão e mistério.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Concerto: Mostra Programa Música XXI da UFSJ – Parte 1
Programa de Extensão Música XXI (Coordenação: Elenis Guimarães). A Mostra Programa Música XXI da UFSJ oferece ao público uma seleção dos melhores alunos do Departamento de Música que se apresentaram na série "Terça no Solar" no 1º semestre de 2015, marcando, desta forma, a presença desse programa de extensão no Inverno Cultural UFSJ.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



18h
Mostra Audiovisual

Elena (2013, 82min.). Direção: Petra Costa. Documentário premiado em doze festivais do Brasil e exterior. A trama conta a história de Elena, que viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e deixa Petra, a irmã de 7 anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



18h30
Lançamento de livros Parte 1: encontro com os autores

Balada Sideral - Rafael Senra Coelho
A Letra X da Palavra Amor - Lucas de Souza Teixeira
Portas que Viram Janelas - Mário Márcio de Quadros
A Casa do Tempo - Oscar Poeta Medeiros (performance do Palhaço Sinhé)
O Diário de Vossa Majestade - Donizette Osvaldo da Silva Fabri (Osvald Doni)
As Coisas que eu Quero para Ti - Donizette Osvaldo da Silva Fabri (Osvald Doni)
Amor...Demasiado Amor - Donizette Osvaldo da Silva Fabri (Osvald Doni)
Pedras na Geni – Eduardo Gaio
Revista Jararaca Alegre – Camilo Lucas

Local: CESC (Centro Social de Cultural do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha)



19h
IV Mostra Encontros de Arte e Cultura
A Mostra busca promover o contato direto do público com artistas, pesquisadores e demais profissionais do meio, estabelecendo uma conversa informal sobre seus processos artísticos, pesquisas e assuntos relacionados ao tema das artes. O público, se assim o desejar, mediante assinatura no livro de presença, receberá certificado de participação no ciclo de palestras.

Palestra 2: “Cartografia cerâmica na região do quadrilátero ferrífero”: Aborda um recorte da produção de alguns artistas ceramistas mineiros, especificamente da região do Quadrilátero Ferrífero, exibindo suas particularidades e aproximações em seus processos de investigação, pesquisa, criação e experimentação através da cerâmica. Suas semelhanças e relações de vida referentes à cultura, história, geografia e costumes locais.
Currículo: Lorena D’Arc é artista plástica e professora de cerâmica da Escola Guignard - UEMG. Possui mestrado com ênfase em cerâmica pela ECA-USP e é doutoranda em Artes Visuais no Instituto de Artes da UNESP. Tem em seu currículo diversas exposições e premiações.

Público-alvo: interessados em geral.
Local: Museu Regional de São João del-Rei



20h
Concerto 2: Mostra Programa Música XXI da UFSJ¬ – Parte 2
Programa de Extensão Música XXI (Coordenação: Elenis Guimarães). A Mostra Programa Música XXI da UFSJ oferece ao público uma seleção dos melhores alunos do Departamento de Música que se apresentaram na série "Terça no Solar" no 1º semestre de 2015, marcando, desta forma, a presença desse programa de extensão no Inverno Cultural UFSJ.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h30
Teatro: Deus é Fiel- Marca Registrada
Grupo Transeuntes (UFSJ). Coordenadores: Marcelo Rocco e Ines Linke. Co-direção: Luís Firmato. Atores/performers: Bruno Resi, Diego Machado, Diogo Rezende, Edder Cardoso, Fernanda Junqueira, Gabriela Lucenti, Halina Cordeiro, Iolanda de Lourdes, Júnio de Carvalho, Kauê Rocha, Lucimélia Romão, Luís Firmato, Matheus Corrêa, Nathan Marçal, Pedro Mendonça, Rick Ribeiro, Sabrina Mendes, Sebastian Júnior, Tamara Ribeiro, Tatiane de Jesus. Produção: Camelia Amada Guedez, Luis Firmato e Iolanda de Lourdes. O projeto teatral Deus é Fiel - Marca Registrada, composto pelo grupo Transeuntes, através do projeto de extensão “Urbanidades – Intervenções 2015”, realiza um espetáculo performativo acerca de determinados extremismos religiosos que desprezam e atacam identidades. O lucro a partir da fé alheia, a homofobia, a submissão da mulher na atualidade também são temas deste espetáculo feito de fragmentos esquecidos, de estilhaços pontiagudos, de assassinatos sem culpados.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Começa em frente ao Teatro Municipal de São João del-Rei e circula por diferentes pontos da área central.



21h
Contação de Histórias: Mar de Água Doce
Mar de água doce conta a história da criação do mundo a partir da mitologia de diversas tribos e nações africanas. No encontro das águas está o castigo de Oxalá, os mitos de Oxum e Iemanjá e a grande divisão do Orum e Ayê, céu e terra.
Currículo: Janaína Trindade é atriz, graduanda na UFSJ em Teatro, estuda percussão na Universidade Bituca e é batuqueira do Grupo de Inculturação Afro-descendente Raízes da Terra. Erika Santos é atriz, modelo vivo, performer e atua no Coletivo Café com Birutas como arte educadora e produtora.

Classificação: livre
Local: Escadaria do Teatro Municipal de São João del-Rei



21h30
4ª Noite de Poesia Desencontro Desmarcado:
Poetas se apresentam no palco do Teatro Municipal. Performances misturando poesia, música e artes cênicas. O homenageado da noite é o poeta-performer-agitador cultural Aroldo Pereira, criador do Salão de Poesia Psiu Poético, um dos principais eventos de poesia do país. Apresentações:
Árvore em V - Francesco Napoli
Mercador de Lirismos - Dako$ta Kemerich
Ensaios Poetizados - Helem Mendes
Bertalha Coração - Vinícius Tobias
Eu Sou da sua Laia - Aroldo Pereira
Além de vários outros poetas.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



21h30
Música: Toninho Resende
O Visionário: Show musical intercalado com os poemas “Somos todos um” e “Poesia do acaso”. Músicas autorias vencedoras de festivais em Minas Gerais, na linha de compositores como Elomar Figueira de Melo, Xangai e Geraldo Azevedo. O artista é compositor de músicas produzidas por Robertinho de Recife e gravadas pela BMG E Sony Music, com participação em novela da Rede Globo de televisão.

Classificação: livre
Local: Teatro Campus Santo Antônio UFSJ



22 de julho

15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Entre milímetros (2015, 1h39min). Direção: J. Riesenfeld e Angela Schwabenbauer. Davi, um jovem brasileiro mochileiro, viaja para Zurique (Suíça) à procura do seu irmão desconhecido. Durante esta busca, que se revela mais difícil que o esperado, uma autora escreve seu novo livro, um palhaço filosófico se proclama na abóbada celeste e uma jovem vendedora de seguros funerários se apaixona por um arqueólogo. Sozinho, confrontando-se, a fronteira entre a realidade e o sonho desaparece para Davi.

Beleza Além da Estampa (2014, 12min). Direção: Ana Luiza Fernandes e Mariele Velloso. O documentário debate sobre o ideal de beleza feminina presente na atualidade e a influência desse padrão sobre quatro mulheres universitárias com tipos físicos e personalidades diferentes.

Só para loucos (2014, 19min). Direção: Diego Alexandre. O filme narra a história do músico Wilson da Silva, o “Ventania”. Influenciado pelo movimento hippie dos anos 1960 e 1970, o artista criou o estilo "rock estroncho", tornando-se conhecido no Brasil inteiro ao gravar o seu primeiro CD em 2001.

Semillas de Oro (2014, 13min). Direção: Amanda Araújo e Renata Santiago. O documentário conta a história de cooperação, aprendizado, busca pela autonomia e dignidade de um grupo de mulheres na pequena comunidade peruana. Unidas, as mulheres transformaram suas vidas e se tornaram artesãs do chocolate criolo.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Música: Victória Paulino de Souza
Recital de Piano Solo: Com apenas 14 anos de idade, a jovem pianista destaca-se hoje como um dos grandes talentos da música erudita no Brasil. Em 2010, foi vencedora do Concurso Jovem Destaque (RJ) e em 2012, o Concurso Lang Lang & Telefônica, apresentando-se ao lado deste famoso pianista no "O2 Arena" (Berlim).

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



18h
Mostra Audiovisual

Elena (2013, 82min.). Direção: Petra Costa. Documentário premiado em doze festivais do Brasil e exterior. A trama conta a história de Elena, que viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e deixa Petra, a irmã de 7 anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



19h
IV Mostra Encontros de Arte e Cultura
A Mostra busca promover o contato direto do público com artistas, pesquisadores e demais profissionais do meio, estabelecendo uma conversa informal sobre seus processos artísticos, pesquisas e assuntos relacionados ao tema das artes. O público, se assim o desejar, mediante assinatura no livro de presença, receberá certificado de participação no ciclo de palestras.

Palestra 3: “Gravura: ofício e panorama histórico” - A palestra fará um breve passeio pela história da Gravura, a partir das referências inspiradoras do artista. Após essa introdução, serão abordados mais a fundo os conceitos e o ofício da Gravura: seus maquinários e seus insumos. Ao final, para abordar o próprio trabalho, será feita uma contraposição de “imagens-referência” e “imagens-processo”, demonstrando os passos da criação ao trabalho concluído, chamadas pelo autor de “imagens-narrativas”.
Currículo: Felipe Abranches é bacharel em Gravura pela Escola de Belas Artes da UFMG. Seu trabalho em gravura explora o limite entre verdade e mentira através de "imagens-referências" que chegam ao artista, seja por pesquisa própria, seja ao acaso. É integrante do atelier coletivo Casagravada em Belo Horizonte.

Palestra 4: “Espaços compartilhados de produção artística: a áspera beleza do trabalhar junto”- A
partir da experiência de constituição da Casagravada e do histórico de outros espaços em atividade ou já extintos em Belo horizonte, a palestra pretende problematizar as perspectivas de produção artística em ambientes compartilhados. Através de uma linha crítica, serão abordadas formas de ocupação, gestão, manutenção financeira e física. Serão discutidas, também, estratégias de vazão e circulação da produção de tais espaços.
Currículo: Rafael Casamenor é graduado em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da UFMG. Desde 2009 vem participando de exposições e salões de Gravura. Com destaque para a 5 Bienal de Gravura "Olho Latino", na qual recebeu o "Prêmio Olho Latino" e também para as duas últimas coletivas internacionais das quais fez parte, Del Grabado y otros placeres, México-2014 e Brazilian Printmaking Panorama, Qatar-2014. É o idealizador e um dos principais articuladores da Casagravada Ateliê Escola.

Público-alvo: Gravadores, artistas plásticos e visuais, historiadores da arte, desenhistas e afins, público em geral.
Local: Museu Regional de São João del-Rei



19h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Próximo ao Bar do Carioca - Ao lado da Igreja do Carmo



19h30
Concerto: Duo Orion (Elsa Dobarth e Luíza Aquino Salles)
Recital de Violoncelo e Piano: O duo é formado pela violoncelista francesa Elsa Dobarth e a pianista brasileira Luiza Aquino Salles. Atualmente, concluem seus estudos de pós-graduação em música na Suíça, em Lausanne. Em turnê pelo Brasil, interpretam obras dos compositores Sibelius, Kabalewsky, Bàrtok, Brahms e Piazzolla.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h
Palestra: “Gol a Gol - O escritor e o outro” - Bate papo com o poeta agitador cultural e performer Aroldo Pereira sobre o Projeto Psiu Poético.
Currículo: João Aroldo Pereira é poeta, ator, compositor e agitador cultural. Despertado para a poesia ainda garoto, Aroldo Pereira publicou em pequenas tiragens os livros de poesia Canto de Encantar Serpente (1980), Azul Geral (1981), Hai Kai Quem Quer (1984) e Amor Inventado: Doces Pérolas Púrpuras (1986), em livretos mimeografados, motivo pelo qual é situado dentro da chamada “geração mimeógrafo”, ao lado de outros nomes da poesia mineira dos anos 70 e 80. É o criador de um dos principais eventos de literatura do país, o Salão Nacional de Poesia Psiu Poético, que já está em sua 28ª edição. Autor de importante obras, como o Parangolivro.

Classificação: livre
Local: Bar do Carioca - Ao lado da Igreja do Carmo



20h
Música: Trio À Rita
Formado por Rita Moreira (vocal), Leonardo Avellar (violão e guitarra), Yuri Vieira (bateria), Gabriel
Cobucci Guilherme Rodrigues (guitarra e teclado) e Rafael Wolbert (baixo). Fundado em meados de 2010, em São João del-Rei, o À Rita possui repertório com releituras que vão desde o samba clássico de Cartola e Noel Rosa até o pop atual de Lady Gaga.

Classificação: livre
Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê
(https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)


20h30
Concerto: Grupo Mozart
A Capela e a Voz de Deus: inauguração do Campanário. A restauração e recomposição dos elementos artísticos do interior da Capela do Divino foram realizados pelo historiador e restaurador Carlos Magno de Araújo. A pesquisa histórica é do historiador Aluízio Viegas e o projeto arquitetônico da Capela é de André Dangelo, sendo o Campanário uma complementação do Projeto original, para que este monumento artístico e religioso se contextualize com São João del-Rei, cidade da fé e dos sinos. A apresentação musical é uma ação do “Projeto MAS/AASJDR/SESI DN”. Coordenação: Mauro André Santos e Alzira Agostini Haddad.
O evento marca o lançamento da Campanha “Sentinela Sonora: um novo sino para a igreja do Rosário". A iniciativa espera envolver toda a comunidade são-joanense para participar da Campanha “Sentinela Sonora: um novo sino para a igreja do Rosário”, através do projeto “100 livros para 100 tons” com a aquisição promocional do Livro São João del-Rei 300 anos: memória Arquitetônica e Urbanística, doados pelos autores André Dangelo, Vanessa Brasileiro e Jota Dangelo, para angariar fundos para o Projeto. Os livros estarão à venda no MAS durante todo o mês de julho ao custo de cem reais. A receita da venda de livros será destinada para a Irmandade do Rosário, através da qual espera-se adquirir um novo sino para a Igreja do Rosário.

Classificação: livre
Local: Capela do Divino Espírito Santo – Rua das Flores
PARCERIA: O evento é uma a parceria com o MAS - Museu de Arte Sacra, Associação de Amigos de São João del-Rei, Atitude Cultural, Memorial Tancredo Neves, Paróquia da Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar, UNIMED SJDR e SESI/DN.




20h30
Teatro: Deus é Fiel- Marca Registrada
Grupo Transeuntes (UFSJ). Coordenadores: Marcelo Rocco e Ines Linke. Co-direção: Luís Firmato. Atores/performers: Bruno Resi, Diego Machado, Diogo Rezende, Edder Cardoso, Fernanda Junqueira, Gabriela Lucenti, Halina Cordeiro, Iolanda de Lourdes, Júnio de Carvalho, Kauê Rocha, Lucimélia Romão, Luís Firmato, Matheus Corrêa, Nathan Marçal, Pedro Mendonça, Rick Ribeiro, Sabrina Mendes, Sebastian Júnior, Tamara Ribeiro, Tatiane de Jesus. Produção: Camelia Amada Guedez, Luis Firmato e Iolanda de Lourdes. O projeto teatral Deus é Fiel - Marca Registrada, composto pelo grupo Transeuntes, através do projeto de extensão “Urbanidades – Intervenções 2015”, realiza um espetáculo performativo acerca de determinados extremismos religiosos que desprezam e atacam identidades. O lucro a partir da fé alheia, a homofobia, a submissão da mulher na atualidade também são temas deste espetáculo feito de fragmentos esquecidos, de estilhaços pontiagudos, de assassinatos sem culpados.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Começa em frente ao Teatro Municipal de São João del-Rei e circula por diferentes pontos da área central.




21h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Música: Casuarina
Casuarina é um grupo musical de samba do Rio de Janeiro que teve início em 2001, quando alguns meninos de cerca de 20 anos se reuniram no bairro do Humaitá, no Rio de Janeiro, para tocar junto. Ninguém imaginava no que aquilo ia se transformar. A rua Casuarina, onde ficava a casa em que eles ensaiavam, acabou dando nome ao grupo que hoje leva o samba made in Brazil a várias partes do planeta. Na bagagem, seis CDs, dois DVDs e uma certeza: a de que os músicos se tornaram bambas na arte de unir letras repletas de imagens a melodias inspiradas.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



23 de julho


15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Andarilhas (2014, 15min26s). Direção: Gustavo Freitas. O curta discute questões de gênero, sexualidade e mobilidade urbana a partir das personagens travestis.

Alcinete (2015, 9min21s). Direção: Gustavo Freitas. Baseado em entrevista, o vídeo narra a história de vida de uma mãe e sua perspectiva após a saída de seus filhos de casa.

Vista minha pele (2011, 26min46s). Direção: Joel Zito. O filme faz uma paródia da realidade brasileira invertendo os atuais valores raciais do Brasil.

Pouco mais de um mês (2013, 22min). Direção: André Oliveira. Narrativa acompanha a manhã de um casal em início de relacionamento dentro de uma residência e em um ponto de ônibus.

Independente por quem faz Independente (2012, 6min36s). Direção: Luiz Vieira. Documentário sobre a vida do rapper Das Quebradas, mostrando como é a cena independente.

Batismo (2014, 5min28s). Direção: Thiago Morandi. O documentário conta o batismo de São João da Cruz, sino de bronze inaugurado em 2014 em São João del-Rei. Na terra "onde os sinos falam", eles são tratados como membros da igreja: são batizados, crismados, ganham nomes e depois são levados até a torre da igreja, onde têm o papel de anunciar as festividades e anunciar as celebrações e cerimônias da Igreja.

Terra do desejo (2014, 21min55s). Direção: Marlon de Paula. O filme de média-metragem mostra os bastidores da direção cênica do ator Matheus Nachtergaele durante o processo criativo de construção de personagens da peça de teatro "O país do desejo do coração".

Os carmins e as outras cores...vivem! (2013, 10min). Direção: TV Cocriativa. Coletânea de dez vídeos de performance poética e musical alinhada com o lançamento do livreto A Casa do Tempo. Em cena, clipes musicais, poemas e entrevistas com artistas de São João del-Rei.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



18h
Mostra Audiovisual

Elena (2013, 82min.). Direção: Petra Costa. Documentário premiado em doze festivais do Brasil e exterior. A trama conta a história de Elena, que viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e deixa Petra, a irmã de 7 anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



18h30
Lançamento de livros Parte 2

Pensamentos de Adolescente - Priscila Silva
Olhando pela Janela - C. Crosektos
Para uma Colegial - C. Crosektos
Na trilha dos diamantes: uma viagem fotográfica e artística pela Estrada Rea (Ipoema a Diamantina) - Bruno Guilarducci e Evaldo Santos
Em Busca do Sol - Emanuelle Ferruggini Ferreira
A Voz de Tina - Robson Di Brito
Tecendo Redes de Saberes nas Práticas de Educação a Distância: campo de experiências - Marise Maria Santana da Rocha, Aline Lombello Ferreira Campos e Gilberto Aparecido Damiano
Livro do 15º Concurso de Poesias da UFSJ – vários autores
Being Between Sky and Earth - Banda Skyeart (CD)

Local: CESC (Centro Social e Cultural do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha)



18h30
Música: Recital do Órgão de Tubos, com Elisa Freixo
Elisa Freixo é uma das mais renomadas artistas da área e possui 14 discos e CDs gravados.. Professora de órgão em São Paulo e organista titular da Arp-Schnitger da Sé de Mariana (MG), estudou na Faculdade de Música Santa Marcelina, foi bolsista do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico e frequentou a Escola de Música de Hamburgo. O Órgão de tubos do Museu Regional foi fabricado no final do século XVIII, na região de São João del-Rei. O instrumento é o único de origem civil em funcionamento, confeccionado no Brasil com técnicas manuais e matérias-primas locais.

Local: Museu Regional de São João del-Rei
PARCERIA: Apresentação em parceria com o Museu Regional de São João del-Rei.



19h
IV Mostra Encontros de Arte e Cultura
A Mostra busca promover o contato direto do público com artistas, pesquisadores e demais profissionais do meio, estabelecendo uma conversa informal sobre seus processos artísticos, pesquisas e assuntos relacionados ao tema das artes. O público, se assim o desejar, mediante assinatura no livro de presença, receberá certificado de participação no ciclo de palestras.

Palestra 5: “Percursos artísticos e processos de criação - dos caminhos percorridos à obra finalizada” – Serão abordados os caminhos da artista para a criação de um projeto em gravura, com as implicações dos estudos e das interferências que surgem a partir de soluções técnicas. Também será tratada a necessidade e os benefícios da experimentação de outras linguagens artísticas no seu processo de criação.
Currículo: Carolina Mazzini é graduada em Artes Plásticas pela Escola Guignard (UEMG), com habilitações em Gravura em Metal e Desenho. Dentre as exposições e salões que participou destacam-se ” BDMG Cultural”, “9º Salão Trienal Internacional de Gravuras de Kochi – Japão” e o prêmio recebido no “20º Salão Anapolino de Arte – GO”. É artista integrante do atelier escola de gravura Casagravada, em Belo Horizonte.

Palestra 6: “Percurso” - Bate-papo sobre o percurso do artista visual Tales Sabará. O artista congonhense apresentará trabalhos de séries em desenho, gravura, fotografia e pintura e discutirá técnica e conceitualmente sobre os mesmos.
Currículo: Tales Sabará é bacharel em Pintura e Gravura pela Escola de Belas Artes da UFMG. Realizou 62 exposições, com premiações do Itaú Cultural e Rede Globo. Possui trabalhos publicados em revistas de renome no segmento da arte. Algumas de suas obras estão expostas nos acervos do BDMG Cultural (Belo Horizonte) e MUBE (São Paulo). É fundador do Atelier Kayab em Congonhas, coordenando e realizando exposições, palestras e programas de residências artísticas.

Público-alvo: Gravadores, artistas plásticos e visuais, desenhistas e afins, estudantes e interessados em geral
Local: Museu Regional de São João del-Rei



20h
Música: Duo Celina Szrvinsk e Miguel Rosselini
Recital de Piano a Quatro Mãos: Professores de Piano da Escola de Música da UFMG desde 1985, o Duo teve seu 2º CD citado pela Revista Diapason dentre as melhores gravações brasileiras do ano e foi convidado pelas principais séries e salas de concerto do Brasil e exterior, apresentando-se na Alemanha, Suíça, Itália, Canadá, Rússia e Japão.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h
Música: Fino Lopes
O músico apresenta o melhor do rock com sua gaita anos 70 e 80.

Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê
(https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)



20h
Teatro: O Lustre
Grupo Oriundo de Teatro (Belo Horizonte, MG). Texto e direção: Antônio Hildebrando.
O Lustre, que estreou em 2008, completa em 2015 sete anos de atividade dentro do repertório do Grupo Oriundo de Teatro. O espetáculo conquistou o público e a crítica mineira e abriu portas para o grupo. A peça foi indicada a vários prêmios em 13 categorias, incluindo melhor espetáculo, no Prêmio Usiminas / Sinparc e em outros festivais do país. O objetivo da encenação é tocar em questões que poderiam ser chamadas de “existenciais” e que são centradas nas dificuldades de comunicação entre os indivíduos. Por isso, a interpretação realista contrasta fortemente com a cenografia e figurinos que instalam um ambiente absurdo em que, ao mesmo tempo que induz a uma cela acolchoada, destas usadas para proteger os loucos deles mesmos, reproduzem a suíte de um casal de classe média.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Sala Preta do Curso de Teatro da UFSJ – CTAN



21h
Contação de História: “Zé Limeira, poeta do absurdo” - Zé Limeira é um poeta andante. Percorre o Mundo levando sua poesia aos mais distantes confins do país. Embolada de versos e poesia, num desafio que promete fazer você se divertir muito com as aventuras desse poeta/brincante, brasileiro e nordestino com muito orgulho. Zé Limeira busca com sua poesia envolver o público e criar uma atmosfera de diálogo e cumplicidade. Nessa performance o público é parte construtora da história e atua diretamente com o poeta.
Currículo: Marcelino Luciano Ramos é ator, diretor e contador de causos. Graduado em Artes Cênicas pela UFOP. Atualmente atua nos espetáculos: “Causos de Brasêro”; “Futebol na Perna-de-Pau”; “Arruaça” e “Zé Limeira O Poeta do Absurdo”. Assina também a direção do espetáculo “O Causo de Geraldo ou a Infinita História de Amor em Sete Noites de Lua Cheia”. Atualmente é membro efetivo da Estandarte Cia de Teatro e pesquisa tradições e causos de Minas Gerais, com ênfase na cidade de São Miguel do Anta.

Classificação: livre
Local: Museu Regional de São João del-Rei



21h
Música: Cellos In’Música
O Começo: A apresentação da Banda Cellos in´Música é algo inusitado e instigante pois mistura a o poder da guitarra e bateria atual com um violoncelo, dando um ar antigo nas músicas atuais.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



21h30
Leitura Dramática: “A Poesia é do Povo” - Dois contadores de causos estão proseando em uma mesa, quando resolvem falar de poesia. Entre um gole e outro de cachaça aparecem os mais malucos e divertidos tipos de poeta. Alguns conhecidos do grande público e outros anônimos poetas de rua. O que todos têm em comum? Uma grande paixão pela poesia e um amor incondicional para com o povo. Nessa roda de conversa todos são extremamente apaixonados pelo que fazem e, cada uma ao seu modo, faz de sua arte a busca por um mundo melhor. Poetas inusitados, malucos, desprendidos e, acima de tudo, com muito amor pelas palavras. Xexel Menestrel, Maluco Man, Penélope, Jesus, Maria Madalena, Zé Limeira, Chico Doido do Caicó e Patativa do Assaré levarão você a um mundo mágico e cheio de poesia e encantamento. O mundo da Poesia do Povo.
Currículo: Marcelino Luciano Ramos é ator, diretor e contador de causos. Graduado em Artes Cênicas pela UFOP. Atualmente atua nos espetáculos: “Causos de Brasêro”; “Futebol na Perna-de-Pau”; “Arruaça” e “Zé Limeira O Poeta do Absurdo”. Assina também a direção do espetáculo “O Causo de Geraldo ou a Infinita História de Amor em Sete Noites de Lua Cheia”. Atualmente é membro efetivo da Estandarte Cia de Teatro e pesquisa tradições e causos de Minas Gerais, com ênfase na cidade de São Miguel do Anta.

Classificação: a partir de 10 anos
Local: Museu Regional de São João del-Rei



22h30
Música: Audergang
Blues for the Blues: O show é o lançamento do segundo do álbum autoral da Audergang. O álbum Blues for The Blues, foi produzido pelo guitarrista Auder Jr. com composições e arranjos do próprio músico, dos demais integrantes da banda e autores convidados. O CD possui 11 faixas inéditas e uma nova versão de “What do you see”, originalmente gravada pela banda Easy Rider. Liderada pelo experiente guitarrista Auder Jr (vocal, guitarra, violão, slide guitar e bandolim), a Audergang é composta pelos músicos Osmar Souza (harmônica e voz), Marcelo Álvares (bateria e voz) e Marcus Marangon (baixo e voz), e pretende levar música de qualidade, bem como incentivar o público a se familiarizar com um dos ritmos musicais mais consagrados, desmistificando a ideia de que o Blues é algo elitizado.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ




24 de julho



15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

O homem, a pedra e a lida (2012, 16min53s). Direção: Eduardo Lobato. Aspectos cotidianos de uma cidade que dependem basicamente da extração e beneficiamento de ardósia. A sociedade se revela a partir de personagens reais que direta e indiretamente vivem essa realidade mineradora.

Que bicho é esse? (2011, 18min). Direção: Sérgio Vilaça e Filipe Chaves. Documentário registra e discute a situação social e econômica da extração e comercialização de minhocuçu na região de Paraopeba, MG.

Labatu (2013, 17min35s). Direção: Sérgio Vilaça. Filme colaborativo sobre a comunidade quilombola de Candeias, Conceição do Mato Dentro, MG.

O homem que pintava músicas (2013, 15min27s). Direção: Jackson Abacatu. Qual será o som de uma mancha vermelha e do amarelo com um pouquinho de cinza? Qual a trilha sonora das montanhas e a música do mar? Nesse curta de animação, Votagus está prestes a descobrir a resposta destas indagações em sua busca por pinturas musicais.

De martelos a serrotes (2012, 2min52s). Direção: Jackson Acabatu. Curta-metragem de animação. Os trabalhadores de uma oficina de marcenaria...ou não?

Coisa de pele (2009, 2min07s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Curta-metragem de filme poesia. A animação metamorfósica, do poema homônimo, mostra os encontros e desencontros de um casal apaixonado.

Eram os deuses extraterrestres (2012, 6min23s). Direção: Acácio Júnior "Cacinho". Animação sobre a arqueologia e seres de outros planetas.

O menino mutante (2015, 7min23s). Direção: Tiago Freitas. A obra de animação narra uma das aventuras de um menino que interage com a natureza e salva a floresta de uma terrível queimada.

Ele ou ela (2015, 9min). Direção: Otávio Neves e Samuel Gianasi. Quem é a vítima ou assassino? Nesse curta de suspense, passado e presente se misturam em um jogo de tensão e mistério.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural UFSJ



17h30
Palestra: “Como publicar meu livro?”
Com Guiomar de Grammont
A partir de sua trajetória como organizadora de eventos e editora, a escritora Guiomar de Grammont irá mostrar como superar os obstáculos para se tornar escritor e quais as possibilidades para publicar e divulgar um livro nos tempos da internet.

Público-alvo: Escritores, educadores, estudantes e interessados em geral
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



19h
Palestra: “Teatro Negro na Educação: a representação no Livro Didático e as Experiências do TeatrIF del-Rei”
Com Rosana Machado de Souza
A Lei n°10.639/2003 tornou obrigatório o ensino de História e Cultura Africana e Afro-brasileira nas escolas de Educação Básica. Mas o que o professor de Arte, especificamente o professor de Teatro, pode trabalhar, estudar e desenvolver com seus alunos? Como o Teatro Negro está representado nos Livros Didáticos aprovados no PNLD 2015? Nesta palestra serão apresentadas algumas das experiências desenvolvidas (ou em desenvolvimento) no grupo TeatrIF del-Rei (IF Sudeste MG Campus São João del-Rei). A palestra é uma atividade do Programa Bolsa Arte IF 2015 (Coordenadora Rosana Machado de Souza), do Projeto de Extensão "Orfeu da Conceição e Cabelim Lindim - educação, teatro e relações raciais" (Orientadora: Rosana Machado de Souza Co-orientador: Diogo Pereira Matos).

Público-alvo: Educadores, estudantes e interessados em geral
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ
PARCERIA: Palestra em parceria com o IF Sudeste MG Campus São João del-Rei



18h
Palestra: “O Solo ao Pregador em São João del-Rei: História, Prática e Edições” - A considerável ocorrência de obras denominadas Solo ao Pregador citadas nos catálogos temáticos publicados no Brasil, bem como daquelas encontradas nos manuscritos da bicentenária Orquestra Lira Sanjoanense e Orquestra Ribeiro Bastos, demonstrou o grande interesse dos compositores brasileiros dos séculos XVIII e XIX por esse tipo de composição. O cerimonial do Solo ao Pregador é analisado sob uma perspectiva diacrônica, comparativa e contextual.
Currículo: Adilson Cândido dos Santos Mestre em Musicologia Histórica pela UNIRIO tendo como Linha de Pesquisa a Documentação e História da Música, desenvolveu pesquisa inédita sobre as composições de "Solo ao Pregador". É também graduado em Canto Lírico pelo Conservatório Brasileiro de Música, do Rio de Janeiro, e Licenciado em Música - Habilitação em Canto pela UNINCOR, de Três Corações. Atualmente é professor de canto no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier (MG), atuando principalmente nos seguintes temas: canto, regência coral e montagem de ópera.

Público-alvo: Músicos, historiadores, eclesiásticos
Local: Sala de Multimídia Centro Cultural UFSJ



18h30
Música: Banda Sereníssima
Em versões acústicas a banda tem em seu repertório músicas do grupo Legião Urbana.

Classificação: livre
Local: Museu Regional de São João del-Rei
PARCERIA: Apresentação em parceria com o Museu Regional de São João del-Rei.



20h
Música: Flávia Ellen
Arabesco: A “Cantautora” Flávia Ellen explora a MPB com pitadas de blues, pop e rock. No show Arabesco, interpreta canções já consagradas do repertório popular e também autorais, presentes em seu primeiro EP. O show conta ainda com a participação dos músicos Clayton Neri, Larissa Horta e Léo Lana.

Classificação: livre
Local: Teatro do Campus Santo Antônio UFSJ



20h
Teatro: Concerto em Ri Maior – Jogos de Improvisação
Cia dos Palhaços (Curitiba, PR). Texto e direção: Felipe Ternes de Oliveira. Uma comédia musical que surgiu em 2005 a partir de jogos de improvisação de palhaço com a música. Na peça, o maestro e palhaço Wilson Chevchenco apresenta um concerto baseado em sua origem russa e conta com a ajuda de Sarrafo, seu fiel amigo, para executar as obras de sua família e ser compreendido pela plateia.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h
Inverno Radical 07 - Sessão Skate Livre
Intervenção Urbana com obstáculos de skate e sessão premiada utilizando objetos descartados pela sociedade de forma irregular como obstáculos, A Free Session tem como objetivo manter a cultura do skate com ênfase na Diversão. O Inverno Radical é uma parceria entre a Custom Skate Art e Inverno Cultural UFSJ, com foco na cultura urbana, skate e suas vertentes.

Faça uma foto ou vídeo com o que mais curtiu no evento, poste no Instagram com as Tags #doorfilm #Invernoradical07 #07anoscontrariandoestatísticas e participe do concurso cultural Do or Film!

Classificação: livre
Local: Asfalto no entorno da Praça do Coreto – Avenida Tancredo Neves


20h
Música: A dois
Estevão Mascarenhas convida Isis Ferreira para o Projeto Duo de Música Brasileira.

Classificação: livre
Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê
(https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)



20h30
Música Eletrônica: DJ Cizz
DJ Cizz atua desde 2009, difundindo a linguagem da música eletrônica em diversos eventos em Minas Gerais e São Paulo. O Show apresenta o resultado do trabalho desenvolvido na oficina de DJs ministrada pela artista.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Música: Marcelo Jeneci
De Graça: O artista começou tocando sanfona na banda de Chico César. Como compositor, fez músicas com Vanessa da Mata ("Amado"), Zé Miguel Wisnik e Paulo Neves ("Tempestade Emocional”). Pela Som Livre lançou seu primeiro disco no final de 2010, Feito para Acabar, um dos melhores discos de 2010, segundo a revista Rolling Stone, com destaque para "Felicidade" (parceria com Chico César) e "Feito para acabar". Em 2014, seu álbum De Graça foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ




25 de julho


15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Entre milímetros (2015, 1h39min). Direção: J. Riesenfeld e Angela Schwabenbauer. Davi, um jovem brasileiro mochileiro, viaja para Zurique (Suíça) à procura do seu irmão desconhecido. Durante esta busca, que se revela mais difícil que o esperado, uma autora escreve seu novo livro, um palhaço filosófico se proclama na abóbada celeste e uma jovem vendedora de seguros funerários se apaixona por um arqueólogo. Sozinho, confrontando-se, a fronteira entre a realidade e o sonho desaparece para Davi.

Beleza Além da Estampa (2014, 12min). Direção: Ana Luiza Fernandes e Mariele Velloso. O documentário debate sobre o ideal de beleza feminina presente na atualidade e a influência desse padrão sobre quatro mulheres universitárias com tipos físicos e personalidades diferentes.

Só para loucos (2014, 19min). Direção: Diego Alexandre. O filme narra a história do músico Wilson da Silva, o “Ventania”. Influenciado pelo movimento hippie dos anos 1960 e 1970, o artista criou o estilo "rock estroncho", tornando-se conhecido no Brasil inteiro ao gravar o seu primeiro CD em 2001.

Semillas de Oro (2014, 13min). Direção: Amanda Araújo e Renata Santiago. O documentário conta a história de cooperação, aprendizado, busca pela autonomia e dignidade de um grupo de mulheres na pequena comunidade peruana. Unidas, as mulheres transformaram suas vidas e se tornaram artesãs do chocolate criolo.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Conversa de Músico
com Quarteto Brasileiro de Violões, vencedor do Grammy Latino de 2011.

Classificação: livre
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



17h30
Teatro: Guardachuva
Grupo Teatral (E)xperiência Subterrânea (Florianópolis, SC). Direção: André Carreira. Anos 50. Um baile da alta sociedade florianopolitana. Duas mulheres e um segredo. Duas cineastas e um projeto de documentário. As memórias familiares. Um espetáculo de rua que conta uma história, buscando a sutileza das relações, os detalhes. Guardachuva se apropria do diálogo proposto pelo autor argentino Marcelo Bertuccio no texto “Porque o guardachuva”, para ocupar o espaço da rua, sugerindo um jogo entre realidade e ficção, entre teatro e cinema.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Centro de São João del-Rei – imediações do Palco Inverno Cultural UFSJ
Parceria: Projeto contemplado pelo Prêmio Funarte Artes Na Rua – Circo, Dança e Teatro 2014



19h
IV Mostra Encontros de Arte e Cultura
A Mostra busca promover o contato direto do público com artistas, pesquisadores e demais profissionais do meio, estabelecendo uma conversa informal sobre seus processos artísticos, pesquisas e assuntos relacionados ao tema das artes. O público, se assim o desejar, mediante assinatura no livro de presença, receberá certificado de participação no ciclo de palestras.

Palestra 7: “O benefício da dúvida” – O bate-papo com o público sobre a exposição colaborativa, na qual o público teve papel fundamental na construção da obra, alterando o papel passivo do expectador, tornando-o corresponsável pelos resultados apresentados, privilegiando a coautoria.
Currículo: O Coletivo CERCA trabalha desde 2012 com projetos colaborativos e residências artísticas em Belo Horizonte e municípios de Minas Gerais. Os integrantes do coletivo CERCA, Estandelau, Juliana Gontijo e Marcel Diogo, são artistas visuais e trazem em seus currículos participações em eventos e exposições no Brasil e no exterior.

Local: Centro Cultural da UFSJ



19h
Teatro: Navalha na Carne
Cia Detalhes de Teatro (São João del-Rei). Direção: Reginaldo Bastos. Navalha na Carne foi escrita em 1967 e significou um marco na cena teatral brasileira. Em um ato único, retrata um mundo particular entre três personagens: a prostituta Neusa Sueli, o cafetão Vado e o homossexual Veludo que, reunidos numa pensão de quinta classe. Expressa as contradições da sociedade, demonstrando alguns aspectos da condição humana e o duro retrato do submundo da violência e da opressão. Todos os personagens se usam e se exploram mutuamente, com uma disputa constante pelo domínio através da força e da humilhação, numa situação degradante.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Sala Preta do Curso de Teatro da UFSJ – CTAN



20h
Música: Quarteto Brasileiro de Violões
Spanish Dances: Vencedor do Grammy Latino de 2011, o Quarteto Brasileiro de Violões traz ao 28º Inverno Cultural UFSJ um apanhado das mais significativas obras de compositores Brasileiros e Espanhóis já gravadas pelo grupo. Dentre elas, obras de Villa-Lobos, Mignone, Camargo Guarnieri, Albeniz, Granados e de Falla.

Classificação: livre
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



20h
Música: Quincas Berro D`água
Apresentando um repertório de referência no choro.

Classificação: livre
Local: BarTeliê – Rua da Cachaça, nº 15 e 19
PARCERIA: Evento em parceria com o BarTeliê
(https://www.facebook.com/pages/Barteli%C3%AA/809358742432823?fref=ts)



20h
Inverno Radical 07: Sessão Skate Livre
Intervenção Urbana com obstáculos de skate e sessão premiada utilizando objetos descartados pela sociedade de forma irregular como obstáculos, A Free Session tem como objetivo manter a cultura do skate com ênfase na Diversão. O Inverno Radical é uma parceria entre a Custom Skate Art e Inverno Cultural UFSJ, com foco na cultura urbana, skate e suas vertentes.
Faça uma foto ou vídeo com o que mais curtiu no evento, poste no Instagram com as Tags #doorfilm #Invernoradical07 #07anoscontrariandoestatísticas e participe do concurso cultural Do or Film!

Classificação: livre
Local: Asfalto no entorno da Praça do Coreto – Avenida Tancredo Neves



20h30
Música Eletrônica: DJ Cizz
DJ Cizz atua desde 2009, difundindo a linguagem da música eletrônica em diversos eventos em Minas Gerais e São Paulo. O Show apresenta o resultado do trabalho desenvolvido na oficina de DJs ministrada pela artista.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Música: Inquérito
Inquérito de “Corpo e Alma”: Eleito um dos melhores discos de 2014 por mídias como Rolling Stone, UOL, Melhores Discos, Audiograma e Na Mira do Groove, o álbum Corpo e Alma, marca os 15 anos da banda Inquérito, que chega com inovações e participações de diversos artistas do cenário nacional. O trabalho está disponível para download gratuito no site do grupo: www.grupoinquerito.com.br. O novo trabalho mescla o rap com a MPB, o reggae e o soul nos shows.

Classificação: livre
Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



26 de julho


15h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Andarilhas (2014, 15min26s). Direção: Gustavo Freitas. O curta discute questões de gênero, sexualidade e mobilidade urbana a partir das personagens travestis.

Alcinete (2015, 9min21s). Direção: Gustavo Freitas. Baseado em entrevista, o vídeo narra a história de vida de uma mãe e sua perspectiva após a saída de seus filhos de casa.

Vista minha pele (2011, 26min46s). Direção: Joel Zito. O filme faz uma paródia da realidade brasileira invertendo os atuais valores raciais do Brasil.

Pouco mais de um mês (2013, 22min). Direção: André Oliveira. Narrativa acompanha a manhã de um casal em início de relacionamento dentro de uma residência e em um ponto de ônibus.

Independente por quem faz Independente (2012, 6min36s). Direção: Luiz Vieira. Documentário sobre a vida do rapper Das Quebradas, mostrando como é a cena independente.

Batismo (2014, 5min28s). Direção: Thiago Morandi. O documentário conta o batismo de São João da Cruz, sino de bronze inaugurado em 2014 em São João del-Rei. Na terra "onde os sinos falam", eles são tratados como membros da igreja: são batizados, crismados, ganham nomes e depois são levados até a torre da igreja, onde têm o papel de anunciar as festividades e anunciar as celebrações e cerimônias da Igreja.

Terra do desejo (2014, 21min55s). Direção: Marlon de Paula. O filme de média-metragem mostra os bastidores da direção cênica do ator Matheus Nachtergaele durante o processo criativo de construção de personagens da peça de teatro "O país do desejo do coração".

Os carmins e as outras cores...vivem! (2013, 10min). Direção: TV Cocriativa. Coletânea de dez vídeos de performance poética e musical alinhada com o lançamento do livreto A Casa do Tempo. Em cena, clipes musicais, poemas e entrevistas com artistas de São João del-Rei.

Classificação: livre
Local: Sala de Multimídia do Centro Cultural da UFSJ



16h
Palestra: Intimidade e o espaço da rua
Com Grupo Teatral (E)xperiência Subterrânea. Discute quais as possibilidades, os problemas e as potências de desenvolver uma cena intimista no espaço urbano, pesquisa desenvolvida pelo Grupo Teatral (E)xperiência Subterrânea. Nos últimos anos de pesquisa o grupo tem trabalhado sobre a intimidade em cena, principalmente a partir da pesquisa sobre a interpretação por estados, que tem suas referências nos trabalhos dos artistas argentinos Ricardo Bartis e Eduardo Pavlovski. No espetáculo Guardachuva, o grupo se propôs a pesquisar estas premissas de interpretação no ambiente da rua. Desde 2010, as apresentações de Guardachuva testam o encontro entre uma interpretação intimista e o ambiente aberto da rua. O grupo pretende compartilhar suas experiências acerca desse encontro, a partir de relatos da construção cênica e das apresentações ao longo dos cinco anos de existência do espetáculo.


Classificação: livre
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ
Parceria: Projeto contemplado pelo Prêmio Funarte Artes Na Rua – Circo, Dança e Teatro 2014



17h30
Palestra: “Nuances Expressivas na Voz Cênica”
Palestra sobre a voz cênica e suas nuances expressivas. Serão enfatizados princípios e procedimentos de trabalho com a fala cênica para refletir sobre questões como: o que se espera da voz do ator? Existem estratégias para estimular no ator uma fala cênica rica em nuances expressivas? Como passar do texto para a cena de uma maneira fluida e eficaz? O que deve ser indispensável na voz do ator?
Currículo: Vinícius Albricker é Doutorando em Artes – Artes da Cena pela UFMG, onde também obteve Mestrado e Bacharelado. É Integrante do Estúdio Fisções, grupo de pesquisa em atuação cênica e formação de ator. Atua profissionalmente como Diretor, Ator e Músico, principalmente nas
seguintes áreas: direção artística, direção de ator, atuação, preparação vocal, composição de trilha sonora e sonoplastia.

Público-alvo: Estudantes de teatro, profissionais de teatro e pessoas interessadas no estudo da voz cênica.
Local: Auditório da Biblioteca - Campus Santo Antônio UFSJ



20h
Música: Trio Elegia – Giselle Boeters, Aline Parreiras e Waltson Tanaka.
Concerto de Harpa, Flauta e Viola: Formado pela primeira harpista da Orquestra Filarmônica de Minas Gerias, Giselle Boeters, pela primeira flautista da Orquestra Sinfônica de Betim, Aline Parreiras, e pelo violista Waltson Tanaka, o Trio Elegia interpreta obras dos compositores Arnold Bax, Ravel, Ibert, Debussy, Bitzan e Buendia.

Local: Igreja do Carmo



20h
Teatro: Madame Satã
Grupo dos Dez (Matozinhos, MG). Texto: Marcos Fabio de Faria e Rodrigo Jeronimo de Lima. Direção: João das Neves e Rodrigo Jeronimo de Lima. Um espetáculo poético e político sobre a luta de invisíveis. Madame Satã é o terceiro espetáculo do Grupo dos Dez (e o segundo dirigido por João das Neves), que se dedica à pesquisa de linguagem sobre o teatro musical e suas possibilidades. Em Madame Satã, o grupo se vale da biografia de um dos mais peculiares personagens brasileiros para dialogar com questões que permeiam a crítica contra a homofobia e o racismo. Com trilha sonora inédita, o espetáculo é entrecortado por textos ora poéticos, ora combativos, e traz à tona não apenas a biografia de Satã, mas dá visibilidade às pessoas à margem da sociedade que não se enquadrarem na heteronormatividade vigente.

Classificação: a partir de 16 anos
Local: Teatro Municipal de São João del-Rei



21h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Local: Palco Inverno Cultural UFSJ



22h
Show de Encerramento do 28º Inverno Cultural UFSJ: Zéu Britto
O Bardo: O cantor, compositor, ator e apresentador baiano Zéu Britto mostra toda a sua irreverência e criatividade no show O Bardo, com canções inéditas, poemas e “causos” que inspiraram letras de canções. Artista versátil, Zéu atuou em espetáculos como “Los Catedrásticos”, “Camila Baker” e “Decameron”; cantou nas trilhas dos filmes “Lisbela e o Prisioneiro”, “Meu Tio Matou um Cara”, “A Máquina”, e “Capitães da Areis”; e apresentou os programas “Retalhão” e “Zéu de Estrelas”, ambos no Canal Brasil. Na TV participou de muitas produções, entre elas “Pastores da Noite”, “Carga Pesada”, “A Diarista”, “Malhação”, “Sexo Frágil”, “Sítio do Picapau Amarelo”, “Os Normais”, “Gabriela” e “Saramandaia”.

Local: Palco Inverno Cultural




Barroso



Eventos e Oficinas


16 de julho


15h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Classificação: livre
Local: Associação Ortópolis Barroso


16h
Mostra Audiovisual

Elena (2013, 82min.). Direção: Petra Costa. Documentário premiado em doze festivais do Brasil e exterior. A trama conta a história de Elena, que viaja para Nova York com o mesmo sonho da mãe: ser atriz de cinema. Deixa para trás uma infância passada na clandestinidade dos anos de ditadura militar e deixa Petra, a irmã de 7 anos. Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para Nova York em busca de Elena. Tem apenas pistas: filmes caseiros, recortes de jornal, diários e cartas. A todo momento Petra espera encontrar Elena caminhando pelas ruas com uma blusa de seda. Pega o trem que Elena pegou, bate na porta de seus amigos, percorre seus caminhos e acaba descobrindo Elena em um lugar inesperado. Aos poucos, os traços das duas irmãs se confundem, já não se sabe quem é uma, quem é a outra. A mãe pressente. Petra decifra. Agora que finalmente encontrou Elena, Petra precisa deixá-la partir.

Classificação: a partir de 12 anos
Local: Associação Ortópolis Barroso



23 de julho


15h
Mostra Coletiva de Fotografia Digital
Essa Mostra, alusiva à temática “Cultura da água”, reúne fotografias digitais selecionadas a partir de um convite a todas as pessoas que, direta ou indiretamente, realizam ou participam do Inverno Cultural UFSJ.

Classificação: livre
Local: Associação Ortópolis Barroso


16h
Mostra Experimentações Audiovisuais

Andarilhas (2014, 15min26s). Direção: Gustavo Freitas. O curta discute questões de gênero, sexualidade e mobilidade urbana a partir das personagens travestis.

Alcinete (2015, 9min21s). Direção: Gustavo Freitas. Baseado em entrevista, o vídeo narra a história de vida de uma mãe e sua perspectiva após a saída de seus filhos de casa.

Vista minha pele (2011, 26min46s). Direção: Joel Zito. O filme faz uma paródia da realidade brasileira invertendo os atuais valores raciais do Brasil.

Pouco mais de um mês (2013, 22min). Direção: André Oliveira. Narrativa acompanha a manhã de um casal em início de relacionamento dentro de uma residência e em um ponto de ônibus.

Independente por quem faz Independente (2012, 6min36s). Direção: Luiz Vieira. Documentário sobre a vida do rapper Das Quebradas, mostrando como é a cena independente.

Batismo (2014, 5min28s). Direção: Thiago Morandi. O documentário conta o batismo de São João da Cruz, sino de bronze inaugurado em 2014 em São João del-Rei. Na terra "onde os sinos falam", eles são tratados como membros da igreja: são batizados, crismados, ganham nomes e depois são levados até a torre da igreja, onde têm o papel de anunciar as festividades e anunciar as celebrações e cerimônias da Igreja.

Terra do desejo (2014, 21min55s). Direção: Marlon de Paula. O filme de média-metragem mostra os bastidores da direção cênica do ator Matheus Nachtergaele durante o processo criativo de construção de personagens da peça de teatro "O país do desejo do coração".

Os carmins e as outras cores...vivem! (2013, 10min). Direção: TV Cocriativa. Coletânea de dez vídeos de performance poética e musical alinhada com o lançamento do livreto A Casa do Tempo. Em cena, clipes musicais, poemas e entrevistas com artistas de São João del-Rei.

Classificação: livre
Local: Associação Ortópolis Barroso


Oficina: Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural e Social
Resumo: Você é ator, músico, designer, escritor, arquiteto, cineasta, videomaker, profissional liberal, artista visual, chef, coach, artesão, produtor, jornalista, publicitário, ilustrador, artista, criativo, autônomo, empreendedor? Gostaria de viver fazendo o que você mais gosta sendo bem remunerado e valorizado pelo seu trabalho? Abordando temas como auto-conhecimento, planejamento pessoal e profissional, métodos simples e lúdicos de planejamento e execução de projeto, a oficina propicia o encontro de profissionais criativos, interessados em transformar ideias em projetos e projetos em negócios. Nesse espaço de co-working e networking, trocaremos saberes e fazeres sobre direito autoral, administração, publicidade, marketing, comunicação, novas mídias e tecnologias livres de gestão e métodos de produção cultural e criação de empreendimentos criativos.
Currículo: Pedro Lago é o palhaço Sinhé, ex-empregado público federal, músico, ativista cultural, musical, empreendedor criativo, cultural e social, fundador do Forno Harmônico, instituição de fomento ao profissional criativo. Pedro Lago atua em projetos de pesquisas e mapeamentos do arranjo produtivo da cultura local, planejamento, gestão e produção de eventos criativos e solidários, oficinas de formação de empreendedores criativos, além de intervenções urbanas.
Público-alvo / Faixa etária: acima de 16 anos
Material do aluno: Papel, caneta, instrumento ou material de trabalho.
Pré-requisito: criatividade, vontade de viver da sua arte, habilidade artística em geral
Local: Associação Ortópolis Barroso
Carga horária: 12 h/a
Vagas: 21
Valor: gratuito
Dias: 27 a 29 de julho
Horário: das 14h às 18h
Inscrições: Associação Ortópolis Barroso, de 1 a 17 de julho


Oficina: Percepção ambiental dos moradores de Barroso
Resumo: Levantamento da percepção ambiental de Barroso. A atividade contará com uma introdução de técnicas de levantamento de dados qualitativos em comunidades, trabalho de campo, discussão e análise dos dados coletados pelos participantes. O produto final da oficina será um documento com a percepção ambiental da cidade. Tal produto será apresentado à comunidade e ao poder público municipal pelos participantes e facilitador da oficina.
Currículo: Lucas Milani Rodrigues é graduando em Psicologia pela UFSJ. Formado em Gestão Ambiental e Mestre em Ciências, linha de pesquisa Conservação de Ecossistemas Florestais pela USP. Tem nove anos de experiência em projetos de educação ambiental. Participação de diagnósticos socioambientais de projetos de intervenção ambiental. Participação em Planos de Gestão e Planos de Utilização de Unidades de Conservação do Estado de São Paulo.
Público-alvo / Faixa etária: Acima de 18 anos.
Pré-requisito: não há
Local: Associação Ortópolis Barroso
Carga horária: 18 h/a
Vagas: 15
Valor: gratuito
Dias: 27 a 30 de julho
Horário: das 8h30 às 13h
Inscrições: Associação Ortópolis Barroso, de 1 a 17 de julho

Em São João del-Rei